Eleições 2020: Maranhão tem maior abstenção com 18%
17/11/2020 09:13 em Novidades
Atotalização dos votos em 2020 ocorreu de forma diferente em todo o país, o que refletiu no Maranhão. Seguindo orientação da Polícia Federal, o Tribunal Superior Eleitoral decidiu centralizar a totalização no órgão para só depois liberar os dados aos regionais, o que ocasionou lentidão nos resultados.
 
No Maranhão, às 23h30, o anúncio dos vencedores da eleição de São Luís, capital do estado, foi oficialmente feito pelo TRE-MA.
 
De acordo com a Justiça Eleitoral, as eleições foram consideradas tranquilas. Entretanto houve relatos de que eleitores não conseguiram achar com facilidade seus locais de votação. É que, devido a reformas, entre outros problemas, os cartórios eleitorais tiveram que mudar os prédios e essa alteração acabou gerando descontentamento.
 
Uma força-tarefa foi articulada nas sedes dos cartórios e do próprio TRE para que os eleitores que não conseguiam ter informações via aplicativo e-título, pelo site ou pelo 0800 098 5000 (devido ao congestionamento de acessos simultâneos), pudessem ser atendidos e orientados. Pelo perfil @tremaranhao da rede social instagram, o Regional também respondeu questionamentos e publicou fotos e vídeos, além de informações relevantes sobre a votação.
 
Tropas federais atuaram em 98 municípios e as polícias federal, militar, civil, rodoviária, bombeiros, marinha e aeronáutica, com cerca de 10 mil homens no total, fizeram toda a segurança durante as eleições.
 
Abstenção
 
Devido a pandemia causada pela COVID-19, como era de se esperar, a abstenção acabou sendo maior que a de 2016. No estado, 18,60% dos eleitores deixaram de votar. Em 2016, a abstenção foi de 15,90%. Em São Luís, foi de 20,92%.
 
Justificativa e denúncias
 
Pelo aplicativo Pardal continua sendo possível registrar denúncias de crimes eleitorais, propaganda irregular e pelo aplicativo e-título até 60 dias após as eleições é possível justificar a ausência às urnas. A justificativa também pode ser feita de forma presencial ou pelo sistema Justifica, hospedado nas páginas eletrônicas dos Tribunais Regionais Eleitorais. Para tanto, o eleitor deve anexar um comprovante do motivo de sua ausência, para deferimento ou não por parte do juiz do pedido.
 
Substituição de urnas
 
Durante a votação, que este ano ocorreu entre as 7h e 17h, 59 urnas foram substituídas pelas de contingência e as demais os problemas foram solucionados pelos profissionais de apoio às eleições.
 
Números
 
No Maranhão são 217 cidades distribuídas em 105 zonas eleitorais. O número total de seções eleitorais é 14.041 em 5.556 locais de votação. Foram utilizadas 16.632 urnas eletrônicas (entre efetivas e de contingência) e funcionaram juntas especiais em 31 cidades e mais 81 postos avançados de transmissão (locais de difícil acesso).
 
Participaram 913 servidores, 98 estagiários, 205 oficiais de justiça, 640 auxiliares de apoio e 195 terceirizados. Já o número de mesários que trabalharam foi de 56.132, 3.094 auxiliares e 3.995 supervisores de prédio, além de 40 voluntários da Cruz Vermelha.
 
 
 
Central de Noticias
COMENTÁRIOS