MARANHÃO - Prisão preventiva de vereadores é prorrogada por mais 5 dias
11/06/2019 15:44 em Novidades

A pedido do Ministério Público, a Justiça decidiu prorrogar por mais 5 dias a prisão de vereadores da cidade de Vitória do Mearim. O pedido foi deferido pelo Juiz de Direito da Comarca de Vitória do Mearim no último domingo (09). Eles foram presos na última quarta-feira (05), por suspeita de pedido propina para barrar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) contra a gestora do município, Dídima Coelho. Foram alvos das medidas cautelares de busca e apreensão em suas residências e de prisão temporária os vereadores Hélio Wagner Rodrigues Silva, Oziel Gomes da Silva, Mauro Rogério Pires, José Mourão Martins e Benoa Marcos Rodrigues Pacheco. Este último saiu no mesmo dia, por motivos de doenças, e Marcelo Silva Brito foi preso no dia seguinte à primeira operação. Todos continuam presos e, em relação aos vereadores George Maciel da Paz e Raimundo Nonato Costa da Silva, foram cumpridos apenas mandados de busca e apreensão. Outros vereadores estão sendo ouvidos como testemunhas no caso que investiga cobrança de propinas, gravados pelo chefe de Gabinete da prefeita, Almir Coelho. Eles são acusados de pedir ao marido da prefeita R$ 320 mil parcelado em duas vezes, garantindo a maioria dos votos contra a CPI. O vereador Benoa, teria pedido R$ 100 mil, mas está solto.

 

 

COMENTÁRIOS